O seguinte texto foi inicialmente publicado na revista « Autogestion et socialisme », cahier N°18-19, Janeiro-Abril de 1972, dedicada aos anarquistas e à autogestão. Eu tinha então 26 anos e não era certamente um “veterano” do movimento libertário. Eu era um jovem ativista que estava entusiasmado com o que eu estava descobrindo.

Os leitores acostumados a literatura anarquista ou anarco-sindicalista francófona reconhecerão neste texto passagens inteiras de dois livros de Pierre Besnard, « Les syndicats ouvriers et la révolution sociale », Paris, 1930, e « Le monde nouveau, Organisation d’une société anarchiste », 1934.

Neste texto sentimos essa arrogância peremptória que caracteriza o jovem que já acredita dominado o assunto (tendo copiado extensivamente do texto de um ancião). Há muitas coisas que eu formularia diferentemente se eu escrevesse este texto hoje – eu certamente não terminaria uma escrita sobre autogestão com uma citação de Lenin. Mas no geral, aos 47 anos depois, assumo o que escrevi em 1972.


Article publié le 16 Oct 2019 sur Monde-nouveau.net