Em livro, os sociólogos Michael Löwy e Oliver Besancenot esmiúçam convergências entre anarquistas e marxistas a partir da segunda metade do século XIX

Felipe Castilho de Lacerda

(http://brasileiros.com.br/wpcontent/uploads/2016/11/Livro_Afinidades.jpg)

As divergências entre correntes marxistas e anarquistas se desenvolvempraticamente desde a cristalização de ssas tendências do socialismo há cercade um século e meio. Já as convergências entre defensores da bandeiravermelha e da bandeira negra acabaram por ser minimizadas diante daimportância atribuída aos embates e entraram no enorme porão dos fatosesquecidos da história. É para levantar as (possíveis) convergências entreanarquistas e marxistas da segunda metade do século XIX até os dias dehoje que Michael Löwy e Olivier Besancenot brandiram suas penas.


Article publié le 23 Juin 2020 sur Monde-nouveau.net